Náutico vence por 3×2 e está a um empate do título pernambucano

O primeiro jogo da decisão do Campeonato Pernambucano 2010, neste domingo (2), nos Aflitos, foi marcado pela emoção. Em uma partida de cinco gols, o Timbu conseguiu uma pequena vantagem para o segundo jogo, ao vencer o Sport por 3×2.

A primeira etapa foi dominada pelo Timbu, que aproveitou a velocidade do seu ataque para fazer 3×0. No entanto, o Leão acordou no segundo tempo, buscando o resultado. Com o placar final, o Náutico tem a vantagem do empate no jogo de volta, que acontece na Ilha do Retiro, às 21h50 desta quarta-feira (5).

O JOGO

Alexandre Gallo surpreendeu a equipe adversária ao entrar com três atacantes na área do Sport, além de Carlinhos Bala fazendo o trabalho do meio-campo. Dessa forma, a defesa rubro-negra teve dificuldades para marcar as principais jogadas do time alvirrubro.

Logo no início do jogo, antes de completar o primeiro minuto, o Sport mostrou o cartão de visita, com Ciro levando a bola até a linha de fundo, mas sendo desarmado. A principal proposta de ambas as equipes foi atacar. Aos 10 minutos o Náutico abriu o placar com um chute cruzado de Rodrigo Dantas, que marcou seu terceiro tento pelo Timbu. O gol saiu após um contra-ataque rápido alvirrubro.

O Sport respondeu aos 13 minutos, com um chute da intermediária de Eduardo Ramos, que passou por cima do gol defendido por Gledson. O Leão seguiu buscando o gol de empate, deixando a defesa vulnerável para, aos 23 minutos, em novo contra-ataque, Carlinhos Bala dar um passe preciso para Bruno Meneghel que, dentro da área, decretou Náutico 2×0 Sport.

Aos 39 minutos houve confusão na área alvirrubra. Leandrão atingiu Gledson quando este já estava com a posse da bola. No empurra-empurra, Eduardo Ramos e Zé Carlos foram expulsos, deixando cada equipe com 10 jogadores.

No segundo tempo, os treinadores tentaram reorganizar o time. Gallo colocou Márcio Tinga no lugar de Rodrigo Dantas, e Givanildo trocou César por Ricardinho. Os primeiros 10 minutos foram de total pressão alvirrubra, com Bruno Meneghel perdendo um gol aos 3 minutos, e Geílson aos 8. No entanto, em uma jogada de velocidade, o terceiro gol saiu. Com um belo passe de Meneghel, Carlinhos Bala chutou por baixo das pernas de Magrão.

O cenário começou a mudar aos 13 minutos, quando Gledson defendeu um chute fraco de Ciro. Em uma falta batida rapidamente, quando a defesa ainda se organizava, Zé Antônio chutou de fora da área, marcando o primeiro gol leonino. Menos de 10 minutos depois, Tobi marcou o segundo gol rubro-negro. Em uma falta mal batida por Eduardo Ratinho, Tobi tomou a frente dos zagueiros alvirrubros e bateu forte.

A partir de então, o jogo passou a ser dominado pelo Sport, em um jogo de ataque contra a defesa. Com raros contra-ataques do Timbu, o Leão não sofreu mais nenhum perigo de gol.

FICHA DO JOGO

NÁUTICO: Gledson; Derley, Diego Bispo, Vinícius e Zé Carlos; Ramirez, Hamilton e Carlinhos Bala; Rodrigo Dantas (Tinga), Geilson (Nilson) e Bruno Meneghel (Dinda).

SPORT: Magrão; Igor, César (Ricardinho), Tobi e Júlior César (Eduardo Ratinho); Daniel Paulista, Zé Antonio, Eduardo Ramos e Dutra; Ciro e Leandrão.

Cartões Amarelos: Júlio César, Zé Antonio, Leandrão, Dutra e Daniel Paulista (S); Diego Bispo, Derley, Vinícius e Carlinhos Bala (N).

Cartões Vermelhos: Eduardo Ramos (S); Zé Carlos (N).

Árbitro: Macerlo de Lima

Assistentes: Luciano Cruz e Ubirajara Ferraz

PE360graus

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: